Por Neuton Corrêa*

 

Não há como o Amazonas e, principalmente, sua capital permanecerem em estado de indiferença ao resultado das eleições na Venezuela.

A reeleição de Nicolás Maduro terá impacto sobre Manaus porque indica a continuidade de uma política que fez milhares de pessoas deixarem o país vizinho em direção a Roraima e ao Amazonas.

Nessa diáspora, a BR-174, que interliga Manaus e Boa Vista, tem sido o principal meio de ligação entre venezuelanos e brasileiros.

Os impactos que devem ser levados em conta vão desde o econômico, porque coloca à mercê do mercado uma mão de obra barata e ávida por ocupação de qualquer sorte, que concorre com os brasileiros, até à saúde, como se viu com os casos de sarampo, reintroduzido no Brasil com os venezuelanos que estavam sem a proteção vacinal contra a doença.

Em Roraima, onde hoje estão morando cerca de 40 mil venezuelanos, além da superlotação dos serviços públicos locais, a presença dessa população vulnerável passou a ser cobiçada pelo crime organizado nos presídios.

Nas cadeias, os filhos da Venezuela são assediados e viram presas fáceis nas mãos dos chefões do crime para engrossarem suas facções na região.

Além disso, em Boa Vista, eles também alteraram a paisagem urbana da cidade, antes elogiada pela qualificação de suas ruas e praças, agora ocupadas por acampamentos de imigrantes.

Para o Amazonas, essa situação ilustra o que pode estar vindo por aí, já que o movimento migratório não para, com ingressos de cerca de 800 venezuelanos por dia ao Brasil.

Assim sendo, o resultado das eleições no país vizinho não só estimulará novas fugas da crise como também não estimulará o movimento de volta à casa do reeleito Nicolás Maduro.

A reeleição de Maduro poderia, ao menos, estimular o poder público a fazer uma contagem real da quantidade de vizinhos venezuelanos que já entraram no Amazonas, já que esses dados ainda são desconhecidos.

Para o Brasil, e os brasileiros do Amazonas, autoridades e o povo em geral, um sinal de que o pior ainda está por vir.

 

*O autor é jornalista e proprietário do site BNC Amazonas

 

Foto: Reprodução/Conexão Política