Na posse como novo prefeito de Coari, Adail Filho (PP) disse que a cidade agora “volta a ter um prefeito de verdade, que chega ao poder pela vontade soberana do povo, e não no tapetão”.

O discurso do filho do ex-prefeito Adail Pinheiro, afastado do cargo e preso em 2014, foi marcado por recados aos adversários. “Tremam os que querem teu mal Coari. Tremam os covardes e pregadores do agouro. Fujam como sempre o fizeram!”, bradou.

Adailzinho tomou posse ao lado da irmã e vice-prefeita Mayara Pinheiro (PMDB) no último domingo, dia 1º. O evento, comandado pelo presidente da Câmara Municipal, Keyton Pinheiro, sobrinho de Adail e primo do novo prefeito, recebeu um público estimado de 15 mil pessoas e foi considerado o mais emocionante da história da cidade.

O prefeito empossado disse que o afastamento do cargo de seu pai, que logo depois foi preso em regime fechado até outubro de 2016, foi um período de provações que teve de passar para “experimentar agora o sabor da vitória e a plenitude”, como definiu sua posse.

A mais votada dentre os vereadores, Jeany Pinheiro, disse acreditar que Adailzinho vai apagar o “conceito errado” que existe sobre o ex-prefeito.

Adail pai foi aclamado até pelos adversários, como o vereador Rodrigo Costa, que começou seu discurso sendo vaiado pelo público e acabou aplaudido quando disse que vai colaborar para Coari “voltar aos tempos de glória”.

O presidente da Câmara, Keyton Pinheiro, disse que a trajetória de Adailzinho é guiada e inspirada “por nosso eterno prefeito Adail Pinheiro”.

Para Mayara (foto), o exercício do seu cargo tem um ponto em comum com sua profissão de médica: “Não errar ao atender quem mais precisa”.

 

Fotos: Divulgação