A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) divulgou o resultado final do Programa de Tecnologia da Informação na Amazônia (Pro-TI Amazônia) – Pesquisa, referente ao edital 011/2017.

Foram contemplados quatro projetos que receberão juntos recursos da ordem de até R$ 2,7 milhões. O prazo de execução será de oito meses.

Os projetos aprovados foram:

  • “Sistema integrado de coleta automatizada de programas caliciosos (e-Caruri)”, de Gilbert Breves Martins, do Instituto Federal do Amazonas (Ifam);

  • “Modernização de uma ciberinfraestrutura de suporte à arquitetura de integração semântica e governança de dados e informações científicas do Inpa”, de José Laurindo Campos dos Santos, do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa);

  • “Pesquisa e desenvolvimento de soluções inteligentes para o setor acadêmico e setor produtivo utilizando tecnologia da informação (PDTI)”, de Jucimar Maia da Silva Júnior, da Universidade do Estado do Amazonas (UEA); e

  • “Inteligência na indústria e outros ambientes para a produtividade, saúde e bem-estar”, de Marco Antônio Pinheiro de Cristo, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

O objetivo do programa é apoiar a execução de projetos de pesquisa e inovação nas áreas de tecnologia da informação (TI), incluindo ciência da computação, eletrônica e ciência da informação. O prazo de execução dos projetos será de oito meses.

Os recursos para a execução do programa são oriundos do acordo de cooperação financeira firmado entre a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e a Fapeam, tendo como interveniente a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), no âmbito do Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Setor de Tecnologia da Informação na Amazônia (Pro-TI Amazônia).

 

*Com informações e fotos da Secom.