Diante do primeiro registro de vítima do jogo “Baleia Azul” no Amazonas, nesta semana, em Manaus, o Ministério da Justiça colocou a Polícia Federal nas investigações, conforme informado pela Folha nesta quarta, dia 26.

O alvo primeiro são redes sociais, onde circulam os tais 50 desafios que devem ser cumpridos pelo participante do jogo, que envolve automutilação e até morte.

Foi o caso em Manaus. Uma criança de 12 anos, que mora com os pais na zona leste da capital, chegou a fazer cortes no próprio braço para cumprir os propósitos do jogo.

Segundo a mãe da menina, o jogo começou entre estudantes de escola estadual da região na semana passada. O conselho tutelar foi acionado pela família da vítima.

A criança participava de um grupo de whatsapp.

Três mortes suspeitas de relação com o jogo são investigadas em Belo Horizonte, Pará de Minas (MG) e Arcoverde (PE). Há registros do “Baleia Azul” também no Rio de Janeiro, Paraná, Mato Grosso e Paraíba e Maranhão.

Leia mais na Folha.

 

Foto: Reprodução/UOL Estilo