O balanço tributário apresentado pelo Governo do Estado nesta terça-feira, dia 3, mostrou que o mês de setembro alcançou a maior arrecadação da história. A Receita Tributária foi de R$ 843 milhões e o acumulado do ano chega a um montante de R$ 6.616 bilhões. Setembro também registrou a segunda maior arrecadação na história do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), com R$ 765 milhões, superando a arrecadação de agosto que foi de R$ 722 milhões.

Os números foram expostos pelo governador interino David Almeida (PSD), ao lado do secretário Estadual de Fazenda, Arnóbio Bezerra e equipe técnica da Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz) durante coletiva de imprensa na sede do governo.

David Almeida disse ainda que sua gestão recuperou o superávit (diferença entre Receita e Despesa), com resultado orçamentário positivo em R$ 458 milhões em setembro. “Quando cheguei ao governo, em maio, havia um déficit de R$ 694 milhões. Em setembro, o Amazonas registrou um superávit de R$ 458 milhões. No mesmo período do ano passado, o Estado apresentava um déficit de R$ 839 milhões. Em percentuais, a evolução foi de 155%”, comemorou o governador.

 De acordo com o governador, os resultados alcançados são reflexos de uma boa gestão fiscal e administrativa. A repactuação de contratos, o corte de gastos, a otimização de serviços, a retomada de contratos e obras, o pagamento de promoções para as policias, do 13º salário para os servidores e de um abono para os professores são os pontos fortes da administração do governador David Almeida que fez com que a máquina estatal voltasse a funcionar.

 Os municípios do Amazonas também sentiram os reflexos da gestão do governador David Almeida. O Estado registrou o maior repasse da história na atual administração. Até setembro deste ano, foram repassados R$ 207 milhões. No mesmo período do ano passado, foram R$ 184 milhões.

*Com informações da Secom.

Foto: BNC