O governador Amazonino Mendes (PDT) informou ontem que autorizou a Secretaria de Fazenda (Sefaz) a liberar R$ 150 milhões para acabar com a buraqueira que domina os 260 quilômetros da rodovia AM-10, de Manaus a Itacoatiara.

“A estrada está saturada. Não adianta mais fechar buraco no inverno que vai abrir no verão”, disse Amazonino, afirmando que só nova pavimentação resolve o problema.

Enquanto isso, quatro frentes de trabalho da empresa que já atua na manutenção da estrada vai continuar tapando buracos.

Amazonino fez o anúncio nesta segunda, dia seguinte ao acidente que matou três pessoas de uma mesma família do presidente da Câmara Municipal de Itacoatiara, Bosco Rodrigues (PP), a uma comitiva de representantes dos vereadores, do prefeito e dos motoristas.

O governador, no entanto, fez questão de ressaltar que a buraqueira que hoje causa tantos prejuízos a quem precisa trafegar pela AM-10 é herança dos governos anteriores, de José Melo (Pros) e do interino David Almeida (PSB), todos no mesmo mandato, de 2015 a 2018.

Amazonino lamentou a fatalidade do acidente entre um táxi e um micro-ônibus, e se solidarizou com os familiares das vítimas.

 

Leia mais

Motoristas interditam AM-10 para protestar contra condições da pista

 

Foto: Divulgação/Secom