O governador Amazonino Mendes (PDT) recebeu nesta segunda-feira, dia 12, 23 prefeitos do interior do Amazonas, e determinou de imediato a formalização de convênios para que o Governo repasse recursos aos municípios.

“Hoje, foi um dia intenso, duro, mas muito agradável. Recebi mais de 20 prefeitos. Conversamos um por um sobre os problemas de cada um, das suas áreas, suas angústias, e, ao mesmo tempo, fomentando recursos para eles”, disse o governador do Amazonas.

Os ajustes na máquina pública e nas finanças do Estado pelo atual governo permitirá, segundo Amazonino, o estabelecimento de novas parcerias entre governo e prefeituras.

“As finanças começaram a se equilibrar. O estado está voltando à normalidade, as coisas estão andando. É isso que a gente quer. A casa está sendo arrumada”, frisou.

Secretariado

O governador discutiu os projetos com os prefeitos juntamente com os secretários de Saúde, Francisco Deodato; de Fazenda, Aldredo Paes; de Produção Rural, José Aparecido; de Infraestrutura, Osvaldo Said; de Educação e Qualidade do Ensino, Lourenço Braga; da Casa Civil, José Pacífico; e do chefe da Procuradoria Geral do Estado (PGE), procurador-geral Paulo Carvalho.

 Nesta terça-feira, dia 13, Amazonino faz nova rodada de conversas com outros gestores municipais.

Dinheiro não é problema

Na última sexta-feira, dia 9, na sede da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz),  Amazonino Mendes reuniu-se com 58 gestores municipais durante o lançamento do “Fórum Fundiário”, ocasião em que declarou que “nenhum prefeito vai ficar sem dinheiro” este ano.

*Com fotos e informações da Secom.