A um mês do prazo que definirá as coligações para disputar as eleições de 2018, o prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), revelou, com exclusividade ao BNC AMAZONAS, que teve uma “demorada e boa conversa” com o governador Amazonino Mendes (PDT), pré-candidato à reeleição.

O tucano deu outro detalhe que instiga ainda mais o jogo político nesta fase de pré-campanha eleitoral.

Arthur disse que esse encontro ocorreu na casa de um amigo, cujo nome não revelou, mas não tocaram em eleição.

O prefeito informou que a pauta da conversa foi administrativa. Segundo ele, trataram sobre redução de ICMS do diesel sobre o transporte público, segurança no transporte e “outros pontos”.

Esses “outros pontos”, de acordo com ele, estão sendo examinados pelo governador.

Parceria

A revelação do entendimento entre ele e Amazonino ocorreu após solenidade nesta quinta-feira, dia 5, que anunciou convênio entre a Prefeitura de Manaus e o Governo do Estado, por meio da Polícia Militar, para fiscalizar os serviços de transporte da capital.

“Aqui está a Polícia Militar conosco”, disse o prefeito, apontando para o comandante da PM, coronel David Brandão, ao responder se a parceria entre Município e Estado estava avançando.

“Queremos simplesmente fluir uma relação normal e não uma relação de antagonismos”.

Iniciativa

Sobre o encontro com Amazonino, Arthur revelou ainda que a iniciativa partiu dele. “Achei que estava na hora. Era muito esforço jogado fora. Eu, por Manaus, faço qualquer coisa, converso com qualquer pessoa”.

Arthur apoiou a eleição de Amazonino no ano passado, mas estavam com as relações estremecidas. O tucano cobrava promessas do governador com a cidade.

A principal fala dele contra o governador ocorreu no dia 19 de março, quando visitava obra, na avenida Djalma Batista. Leia mais.