O presidente do Solidariedade (SD) no Amazonas, Carlos Cavalcante Lacerda, foi preso pela Polícia Federal na Operação Registro Espúrio, deflagrada nesta quarta-feira, dia 30, para investigar fraude na concessão de registro sindical no Ministério do Trabalho.

Lacerda, ex-secretário de Relações do Trabalho, foi colocado no comando do SD no Amazonas nesta terça-feira, dia 29, tomando o lugar do vice-governador, Bosco Saraiva, por decisão do presidente nacional do partido,  Paulinho da Força.

Paulinho foi um dos deputados federais que tiveram o gabinete vasculhado pela PF na manhã de hoje.

De acordo com a PGR, investigações preliminares indicam que o grupo montou um esquema que funcionava em secretarias do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) responsáveis pela análise de pedidos.

As informações são do site Metrópole e Jornal do Brasil. 

 

Foto: Pedro França/Agência Senado