Policiais militares deixaram a Assembleia Legislativa (ALE-AM) por volta das 11h40 desta quinta, dia 1º, depois de uma audiência pública, em carreata com destino à sede do Governo do Estado.

O objetivo da categoria de servidores públicos é ser recebida pelo governador, cargo que hoje é exercido pelo vice e secretário de Segurança Pública, Bosco Saraiva (SD), para discutir a aplicação da lei 4.044/2014, que trata da promoção de praças por antiguidade.

Também vão reivindicar o pagamento de reajustes salariais atrasados há três anos. A data-base dos militares é 21 de abril de cada ano.

Para o presidente da Associação dos Praças do Amazonas (Apeam), George Feitosa, são 4 mil policiais militares e bombeiros que aguardam promoção por tempo de serviço desde 2014.

Os policiais contestam proposta apresentada pelo governo de extinguir esse quadro de promoção.

 

Foto: Reprodução/Facebook_Apeam