O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) julgou no início da manhã de hoje, dia 21, os embargos de declaração interpostos por réus da operação Lava Jato do núcleo da Engevix, entre eles o ex-ministro José Dirceu (PT) e o ex-diretor da Petrobrás Renato Duque.

A 8ª Turma negou os recursos de Dirceu, e outros, mantendo-se assim a integralidade do acórdão julgado em 29 de setembro, em que o juiz Sérgio Moro, da Lava Jato, aplicou sentença de 30 anos e dez meses de prisão.

Com a negativa do TRF4, Moro pode mandar executar a pena a que o petista foi condenado.

Atualmente Dirceu está em liberdade, por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

Leia mais no Notícias ao Minuto.

 

Foto: Reprodução/OCC