Na noite deste sábado, dia 31, o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), mandou soltar os presos da operação Skala a pedido da procuradora-geral da República (PGR), Raquel Dodge.

A operação investiga um suposto esquema de corrupção no setor portuário e entre os libertados estão José Yunes, ex-assessor do presidente da República, Michel Temer (MDB); Wagner Rossi, ex-ministro da Agricultura; Antônio Celso Grecco, dono do grupo Rodrimar; João Baptista Lima Filho, coronel da reserva da PM e amigo de Temer; Celina Torrealba, uma das donas do grupo Libra; e Milton Hortolan, ex-secretário-executivo do Ministério da Agricultura.

Barroso é que havia determinado as prisões, e Dodge alegou que os objetivos da operação já tinham sido cumpridos.

Leia mais no Notícias ao Minuto.

 

Foto: Reprodução/internet