O portal Em Tempo publicou nesta segunda, dia 11, denúncia que familiares de pacientes internados em hospital da empresa Unimed, unidade do Parque das Laranjeiras, bairro da zona centro-sul de Manaus, registraram na Delegacia do Idoso e Ministério Público do Amazonas (MP-AM).

Segundo os denunciantes, o caso mais emblemático é de uma idosa, acamada há mais de três meses na UTI do hospital, onde adquiriu “uma úlcera na região lombar com 15 centímetros de diâmetro. É possível até ver o osso”.

De acordo com BO (boletim de ocorrência) registrado na delegacia da Polícia Civil, o setor de UTI da Unimed é o que apresenta mais problemas, com alto índice de contaminação hospitalar.

 

Leia mais

Unimed Manaus é campeã no país das reclamações dos consumidores

 

“Às vezes presenciamos casos de alguns pacientes sujos, com roupas encharcadas de urina e não há um profissional para realizar a limpeza”, disse ao Em Tempo um dos parentes de pacientes.

Familiar de uma paciente que faleceu na UTI em abril acusa que ela morreu por falta de assistência da Unimed. Ele contou que “o local é um lixo. Entra qualquer pessoa, de qualquer jeito. Não tem sabão, falta água. Os técnicos reclamam que não tem luva, os banheiros são sujos, os lençóis demoram para serem trocados. É revoltante uma situação dessa”.

 

Nota ao Em Tempo

A Unimed Manaus informou que “seus índices de infecção relacionada à assistência à saúde” estão “dentro dos padrões regulares para unidades hospitalares”.

Leia a matéria completa no portal Em Tempo.

 

Foto: Reprodução/portal Em Tempo