Vinte e três candidatos à deputação estadual pelo PP (Partido Progressista), dentre os quais os deputados Berlarmino Lins e Dermilson Chagas, além da vice-prefeita de Coari, Mayara Pinheiro, ameaçam romper com o deputado federal Alfredo Nascimento (PR).

As  duas siglas estão no arco de aliança do candidato ao governo Amazonino Mendes  (PDT). A ameaça é apoiar a candidatura de Vanessa Grazziotin (PCdoB)  à reeleição para o Senado da República na batalha eleitoral de outubro.

Em reunião ocorrida no início da noite deste domingo, último  dia  do prazo para as definições de candidatura, os rebeldes progressistas decidiram convocar uma coletiva à imprensa, nesta segunda-feira (6), para comunicar oficialmente o rompimento com Alfredo pelo fato de o PR discriminá-los com relação à coligação proporcional para na ALE-AM.

Os rebeldes afirmam que o PR “passou dos limites” e que por isso eles estão dispostos a declarar apoio à candidatura à reeleição da senadora petista Vanessa Grazziotin, dando o troco a Alfredo e seus seguidores.