Por Israel Conte, da Redação

 

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) acaba de confirmar que não recuará de sua candidatura à reeleição, apesar do isolamento a que foi submetida na esquerda do Amazonas.

A parlamentar disse que disputará a renovação de seu mandato em coligação com o Partido dos Trabalhadores (PT).

Vanessa disse também que, se o PSB, do candidato a governador David Almeida, quiser manter aliança com o partido de Lula no Estado, terá que aceitá-la juntamente com o PT.

Vanessa concedeu entrevista coletiva sobre o assunto na tarde desta quarta-feira, dia 15, na sede do PCdoB, no Centro da Cidade.

No mesmo instante em que fazia o anúncio, David concedia entrevista para o BNC AMAZONAS, no projeto BNC SABATINA, que entrevista esta semana os candidatos a governador.

“Aquela decisão do Partido dos Trabalhadores, desde a primeira ata, que a direção nacional protocolou no Tribunal Regional Eleitoral, que já era de conhecimento de todos aqui no Estado do Amazonas, era que a orientação do PT era de incluir o PCdoB na coligação e que, se não fosse feito, o PT sairia para compor uma nova coligação com o PCdoB. Foi o que aconteceu.”.

O site ouviu o candidato a governador do PSB, ao fim da sabatina, mas ele não quis comentar o assunto.

David Almeida pediu que a reportagem ouvisse o presidente de seu partido, Marcelo Serafim, que ainda não respondeu ao BNC Amazonas.

Na coletiva de imprensa, o presidente do PCdoB-AM, Eron Bezerra, disse que ainda havia prazo para solução: 19h, ou seja: mais duas horas, a cortar da hora da entrevista do PCdoB.

Sem o PT, a campanha de David Almeida perde tempo de campanha no rádio e na televisão e dificulta para toda a esquerda a eleição de candidatos das chapas proporcionais a deputado estadual e a deputado federal, cuja aposta principal nesse último caso é a eleição do deputado estadual José Ricardo a federal.

 

Foto: Reprodução/BNC LIVE/Facebook