A chapa do senador Eduardo Braga (PMDB) e Marcelo Ramos (PR) apresentou hoje, dia 26, pedido de impugnação da candidatura do ex-governador Amazonino Mendes (PDT) e Bosco Saraiva (PSDB).

Segundo a ação impetrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), a coligação de Amazonino fraudou as atas da convenção dos partidos (PDT, PSD, PRB e PSC), o que invalidaria o registro da chapa e o candidato seria retirado da disputa.

A fraude estaria na adesão do PRB de Silas Câmara e PSC de Amadeu Soares, que formavam chapa que desistiu da eleição durante a convenção, à noite.

A coligação de Braga-Marcelo acusa que os dois partidos já constam na ata da convenção de PDT e PSD, que teria sido encerrada às 13h. Portanto, pelo menos quatro horas antes do anúncio de desistência de Silas.

A matéria de Rosiene Carvalho com essa informação está publicada no portal Amazonas Atual.

 

Foto: Reprodução/Blog do Hiel