O ex-governador Amazonino Mendes (PDT) sofreu uma involução de 3.800% no seu patrimônio em nove anos, de acordo com as duas últimas declarações de bens que forneceu à Justiça Eleitoral, em 2008 e 2017.

Em 2008, quando foi eleito prefeito de Manaus, Amazonino declarou bens na ordem de R$ 3,1 milhões. Agora, candidato a governador tampão, ele disse ter apenas R$ 118,5 mil.

 

Leia mais

Chapa Braga-Marcelo Ramos, a mais rica da eleição  

Foto: BNC