O apoio de força federal está assegurado em 23 municípios do Amazonas na eleição de domingo (6) para governador e vice-governador.

A decisão foi tomada pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, e referendada pelos demais ministros na sessão administrativa desta quinta-feira (3).

De acordo com o ministro Gilmar Mendes, o TRE-AM foi bastante criterioso e repetiu o pedido em relação àqueles municípios que já haviam apresentado necessidade real de envio de força federal na eleição anterior.

O presidente do TSE destacou que verificou, em visita a Manaus no dia 26 de julho, a atuação do TRE-AM para “alcançar o êxito das eleições” de 6 de agosto.

O ministro classificou o trabalho da corte regional como “cuidadoso”.

Gilmar Mendes acrescentou que o TRE-AM conseguiu reduzir o custo da eleição para R$ 18 milhões e um dos motivos é o momento de cheia dos rios, que permite que as urnas possam ser enviadas a localidades de difícil acesso por meio de barcos e não de helicóptero.

“A gente não tem noção da complexidade do trabalho que se realiza e da logística que se exige para que uma eleição como esta seja realizada. Muitas vezes, nós, em Brasília, não conhecemos a dimensão dos desafios”, enfatizou o presidente do TSE.

Confira, a seguir, a lista dos 23 municípios que contarão com Força Federal:

Coari, Tefé, Lábrea, Humaitá, Barcelos, Santa Isabel do Rio Negro, Tabatinga, Santo Antônio do Içá, Rio Preto da Eva, Itacoatiara, Maués, Manacapuru, Fonte Boa, Boca do Acre, Manicoré, São Gabriel da Cachoeira, Benjamin Constant, São Paulo de Olivença, Amaturá, Autazes, Atalaia do Norte, Presidente Figueiredo e Manaus.

Fonte: TSE

 

Foto: Divulgação/Exército