A produção de bicicletas em Manaus começou bombando em 2018.  Foram 17,3 mil unidades a mais no mês de janeiro comparada com janeiro do ano passado. A diferença representa 49,8%.

Na confrontação com dezembro, o aumento foi de 138,6% sobre as 21.879 bikes fabricadas no último mês do ano passado, porém é justificado pelo fato de as fábricas estarem em férias coletivas em parte daquele período.

Os dados são da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo).

Com estes números positivos registrados no primeiro mês do ano, a entidade reforça suas projeções de crescimento do setor em 2018.

A expectativa é que no acumulado dos 12 meses suas associadas produzam 727 mil unidades, representando crescimento de cerca de 9% na comparação com o ano anterior, quando saíram das linhas de produção 667.363 bicicletas.

“O ano começou mais aquecido, com o mercado pedalando forte para cima, o que reforça a perspectiva de bons resultados. Este promete ser, enfim, um período de crescimento dos negócios, conforme indicam as projeções das fabricantes instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM)”, comentou João Ludgero, vice-presidente do segmento de Bicicletas da Abraciclo.

 

Motocicletas

As fabricantes de motocicletas instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM) iniciaram também 2018 com estabilidade nos volumes de produção: no primeiro mês do ano saíram das linhas de montagem 81.306 unidades, o que representa redução de apenas 0,4% na comparação com igual período de 2017 (81.646) e alta de 17,8% sobre dezembro (69.008).

Os dados são da Abraciclo. A estimativa do setor é de crescimento de 5,9% no volume a ser produzido em 2018.

Fonte: Abraciclo

 

Foto: Divulgação