Os governadores do Amazonas, Wilson Lima (PSC), e do Acre, Gladson Cameli (Progressistas), firmaram neste sábado, dia 27, um protocolo de intenções na área da saúde.

Eles se encontraram em Rio Branco, na Expoacre, a maior feira de agronegócio do estado.

Pela parceria técnico-assistencial, os governos buscam aprimorar os serviços prestados pelo Sistema Único de Saúde (SUS), além de melhorar o atendimento de média e alta complexidade ambulatorial e hospitalar.

“É algo que acontece espontaneamente, porque os pacientes de Boca do Acre naturalmente se deslocam aqui para Rio Branco, da mesma forma que pacientes aqui do Acre estão se deslocando para Manaus, para realização de alguns procedimentos de alta complexidade”, disse Wilson.

Segundo ele, a parceria identifica de que forma os estados podem melhor aproveitar e dividir os recursos.

Os secretários de Saúde dos dois estados, que também subscrevem o acordo, já atuam em parceria para levantar até o fim do ano os custos que cada estado tem com os pacientes vizinhos.

“Esse termo de cooperação pressupõe duas fases de trabalho. A primeira é estimar um conjunto de necessidades, e o segundo momento é fazer uma estimativa financeira dos custos para que ninguém saia perdendo”, disse o secretário de Saúde do Amazonas (Susam), Rodrigo Tobias.

A proximidade de Boca do Acre com Rio Branco, distantes 224 quilômetros, faz com que os amazonenses busquem assistência médica e hospitalar na capital acreana.

Além da população de Boca do Acre, moradores de Ipixuna, Pauini, Envira e Guajará, municípios do Amazonas, também recorrem ao sistema de saúde do Governo do Acre.

Para Gladson Cameli, essa é uma das variadas parcerias que os estados vão firmar para melhorar o atendimento às populações e desenvolver a região da divisa com Amazonas e Rondônia.

“Unindo as nossas forças, falando uma linguagem única, tudo sai mais barato. E essa é a nossa ideia, fazer essas parcerias não somente na área de saúde, mas em todas as áreas possíveis, como segurança pública e agropecuária”, afirmou.

Homenagem

Wilson foi homenageado por Cameli com a medalha Estrela do Acre, maior honraria do estado.

As informações são da Secom.

Leia mais:

Sírio-Libanês integra o sistema “fim da fila” da saúde no Amazonas

 

 

Foto: Divulgação/Secom/Diego Peres