O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) vai investigar para responsabilizar os criadores de perfis falsos (“fakes”) no Facebook e Instagram para prejudicar a campanha do candidato a governador Amazonino Mendes (PDT), induzindo o eleitor a erro.

Neste domingo, dia 9, a juíza Ana Paula Serizawa determinou a retirada imediata da internet dos perfis facebook.com/amazoninomendesoficial e instagram.com/amazoninomendesoficial.

A magistrada atendeu a um pedido da coligação de Amazonino em representação contra esses perfis “fakes” e pediu mais informações para chegar aos criadores e responsabilizá-los penalmente.

O prazo foi de 24 horas para retirada do ar, sob pena de multa de R$ 10 mil/dia.

O candidato aproveitou para divulgar que seus perfis oficiais no Facebook e Instagram são identificados por amazonino12. “Tudo que aparecer fora desse endereço que diga respeito à minha pessoa, pode ter certeza, é falso”, disse Amazonino.

Em entrevista à imprensa na tarde desta segunda, dia 10, Amazonino disse que o TRE-AM corrige “um absurdo, uma anomalia, uma maldade”, que eram usados para “denegrir, confundir o eleitor”.

 

Foto: BNC