A Petrobrás ultrapassou a marca de R$ 3 bilhões em valores recuperados a título de ressarcimento de danos, por meio de acordos de leniência e delações premiadas no âmbito da operação Lava Jato.

O último acordo, com a SBM Offshore N.V. e a SBM Holding Inc S.A., permitiu a recuperação de R$ 549 milhões. A estatal do petróleo e gás já havia recuperado R$ 2,5 bilhões em ações anteriores da Lava Jato.

A leniência da SBM foi assinada em julho com o Ministério da Transparência, Controladoria-Geral da União (CGU) e a Advocacia-Geral da União (AGU).

Além dessa devolução, o acordo ainda prevê o abatimento de US$ 179 milhões de pagamentos futuros, devidos pela estatal à SBM, com base em contratos vigentes, conforme divulgado na assinatura do acordo.

Com o acordo, a SBM ficou apta a participar das licitações em curso e de contratações futuras.

 

Leia mais

Monopólio da Petrobrás no refino é causa do combustível caro no AM

 

Colaboração nas ações

A companhia atua como coautora do Ministério Público Federal e da União em 16 ações de improbidade administrativa em andamento, além de ser assistente de acusação em 54 ações penais.

Fonte: Assessoria de imprensa da Petrobrás

 

Foto: Divulgação/Petrobrás