A Polícia Federal prendeu hoje, dia 21, o ex-governador do Amazonas José Melo (Pros) em cumprimento de mandado judicial em mais uma fase da operação Maus Caminhos, que investiga quadrilha que desviou mais de R$ 100 milhões de recursos públicos da área de saúde do Governo do Estado.

Na semana passada, a operação Custo Político, também etapa da Maus Caminhos, já havia prendido cinco secretários do governo Melo. Eles ocupavam cargos-chaves na fazenda, saúde e casa civil da administração do ex-governador, que foi cassado em maio deste ano por crime eleitoral, em julgamento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Não há confirmação de que a ex-primeira-dama Edilene Oliveira tenha sido conduzida para a sede da Polícia Federal. Ela comandou a pasta do Fundo de Promoção Social na gestão do marido.

Informação de um aliado do ex-governador disse ao BNC que o preso na operação não teria sido Melo, e sim a própria Edilene. Ele estaria na Polícia Federal apenas acompanhando a esposa.

A Polícia Federal, por volta de 11h30, deve dar informações à imprensa em uma entrevista coletiva.

A Polícia Federal executa nesta manhã do dia 21 o cumprimento de 15 mandados de busca e apreensão e um de prisão, o de Melo.

 

O BNC está ao vivo passando todas as informações. Acompanhe-nos.

 

Leia mais

PRISÃO É DO EX-GOVERNADOR JOSÉ MELO, E NÃO DA EX-PRIMEIRA-DAMA EDILENE OLIVEIRA, CONFIRMA TIRADENTES

Foto: Divulgação/Agecom