O vereador George Reis (PV) entrou hoje, dia 10, com uma ação na Justiça do município de Iranduba contra ato do prefeito Francisco Gomes da Silva (DEM) que voltou a nomear sua filha Ana Lúcia Viana da Silva como secretária de Finanças da prefeitura, como publicado em diário oficial de ontem.

Em maio do ano passado, Chico Doido (como o prefeito é conhecido e apelido que usa nas eleições) já tinha sido obrigado pela Justiça a demitir a filha e ex-esposa, também em ação popular movida pelo vereador.

A decisão atingiu também a irmã do secretário da Casa Civil do prefeito.

Para tentar driblar a legislação de Iranduba que impede a contratação de parentes para cargos públicos, Chico Doido mandou projeto de lei para a Câmara Municipal (onde tem como aliados 11 dos 13 vereadores) mudar a norma do nepotismo.

Ao mesmo tempo, pediu que o juiz da questão reconsiderasse a nomeação da filha do início de 2017, o que é contestado pelo vereador Reis na ação atual. O vereador acrescenta pedido para que o magistrado declare a nomeação presente como ilegal.

“A contratação de parentes é ilegal e súmula vinculante do Supremo Tribunal Federal (STF) já disciplina a questão. O prefeito comete crime de desobediência e improbidade administrativa”, disse Reis.

Essa contestação rendeu a Reis uma intimação do delegado local para dar esclarecimentos na delegacia hoje à tarde. O prefeito o acusa de calúnia, registro que fez nesta quarta mesmo.

 

A nomeação da filha

 

A ação do vereador

 

A intimação do delegado

 

Leia mais

A dura realidade e o sofrimento dos estudantes no Iranduba, parte 2

Juiz acaba com farra de parentes de prefeito e secretário em Iranduba

Fotos: Reprodução da internet e divulgação