O Bradesco, a Eletrobras, a Águas de Manaus, a Casa da Cidadania do TJ-AM e o serviço de fotocopiadora do Shopping Parque Dez Mall decidiram ir na contramão da medida do governador Amazonino Mendes (PDT) de encerrar as atividades do PAC Parque Dez, no local.

A procura pelos serviços oferecidos ali justificou a permanência do Judiciário e das empresas: 30 mil pessoas/mês.

 

Foto: Amazonas Atual