Assim que estourou o novo escândalo envolvendo o jogador Neymar, a mãe dele, Nadine Gonçalves, disse que é hora do filho “voltar para Jesus”.

“Filho, neste momento em que tudo finalmente está sendo esclarecido e a verdade de Deus está vindo à tona é hora de aprender com tudo isso e voltar para Jesus Cristo, seu primeiro amor. Ele é o único que realmente conhece seu coração, confie Nele”.

Nadine também aconselhou Neymar a se concentrar no futebol, já que é o que ele mais ama fazer (na foto, o jogador com a mãe e a irmã).

“É isso que vai lhe devolver a alegria que andou desaparecida nos últimos dias”, completa.

A mãe do atacante do PSG e da Seleção Brasileira afirmou ainda que por “sermos cristãos”, é preciso perdoar a mulher (Nájila Trindade) responsável pela acusação de estupro.

“Eu e sua irmã, como mulheres, podemos te garantir que ela não nos representa. Te amo muito e continuarei orando por você todos os dias da minha vida. Deus te abençoe….eu te amo”, encerrou. Leia mais em Pleno.News.

 

Estágio na Samsung

Samsung abriu processo seletivo para o seu programa de estágios deste ano. Previsto para início em agosto deste ano, as vagas têm duração de um ano e contemplam diversos cursos universitários, como Administração, Economia, Engenharias, Ciências Contábeis, Marketing, Comunicação Social e Relações Internacionais. Se você, estudante, estiver em algum desses cursos e tem formação prevista para julho ou dezembro de 2020, pode se candidatar pela página da empresa no site 99jobs.

O estágio tem duração de um ano e traz bolsa-auxílio no valor de R$ 2 mil, além de benefícios como vale-transporte; 13ª bolsa-auxílio; seguro de vida; assistência médica e odontológica; e férias remuneradas. Também estão inclusos café da manhã e almoço no restaurante da Samsung e desconto nos produtos da marca. Leia mais no msn notícias.

 

ProUni chega a distância

O Programa Universidade para Todos (ProUni) ofertará 169.226 bolsas de estudo em instituições privadas de ensino superior para o segundo semestre deste ano. As inscrições começam nesta terça-feira, 11, e vão até sexta-feira, 14. Um quarto das vagas oferecidas – 41.763 – é em cursos de graduação a distância. As informações foram divulgadas nesta segunda-feira, 10, pelo Ministério da Educação.

O programa tem bolsas integrais e parciais (ou seja desconto de metade do valor da mensalidade) para cursos presenciais e a distância. No entanto, as bolsas integrais estão concentradas nos cursos a distância – 68.087 bolsas integrais, 34.903 (51%) são nessa modalidade. Saiba mais no Estadão.

 

Mendes e a liberdade de Lula

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou, nesta segunda-feira (10), para julgamento um pedido de liberdade apresentado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A expectativa é que o pedido seja analisado nesta terça (11) ou no dia 25 de junho, pela Segunda Turma do STF.

O pedido foi apresentado pela defesa de Lula no ano passado, quando Sérgio Moro aceitou o convite do então presidente eleito Jair Bolsonaro para comandar o Ministério da Justiça. Leia mais no G1.

 

Corregedoria investiga Dallagnol

O corregedor do Conselho Nacional do Ministério Público, Orlando Rochadel, decidiu abrir procedimento para investigar a conduta do procurador Deltan Dallagnol e outros integrantes da força-tarefa da Lava-Jato no Paraná. O objetivo é apurar se os membros do Ministério Público federal cometeram falta disciplinar na forma como atuaram ao longo da operação.

A medida foi motivada pela divulgação de conversas pelo celular realizadas por Dallagnol com o então juiz Sérgio Moro, hoje ministro da Justiça, e entre os procuradores que atuam na operação. Segundo o site The Intercept Brasil, responsável pela divulgação, as conversas indicam sugestões de Moro sobre como proceder nas investigações e até mesmo a indicação de possíveis testemunhas. As conversas teriam ocorrido antes da primeira condenação do ex-presidente Lula, a quem Moro sentenciou a mais de nove anos de prisão. Leia mais no em.com.br

 

OAB sugere afastamento de Moro

A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) vai recomendar o afastamento temporário de suas funções do ministro da Justiça, Sergio Moro, do coordenador da força-tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol, e dos demais procuradores da República citados na série de reportagens do The Intercept Brasil até o encerramento das investigações sobre o vazamento troca de mensagens.

Em nota divulgada nesta tarde, o conselho federal da entidade defende “investigação plena, imparcial e isenta”, diante da “gravidade dos fatos” e do que chama de “possível relação de promiscuidade” na condução de ações penais no âmbito da Lava Jato. Confira na Folha.

 

Foto: Reprodução/Self da família Neymar