O deputado federal Alexandre Frota (PSL-SP) pediu o afastamento de Eduardo Bolsonaro da presidência do diretório paulista do PSL.

No documento enviado à nacional do partido, Frota alega que o seu colega de Câmara e filho do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), não compareceu a mais de cinco reuniões do partido, o que implica na perda automática do mandato.

 

Farpas 

O embate entre Frota e Eduardo Bolsonaro não é novidade. No dia 10 de maio, eles trocaram farpas também via Twitter.

Veja os prints das conversas, após Frota comentar a possível filiação do jornalista José Luiz Datena, no PSL.

 

Foto: Câmara dos Deputados