Fechou em R$ 51 milhões a montanha de dinheiro, em espécie, que a força-tarefa da operação Lava Jato encontrou num apartamento usado pelo ex- ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) em Salvador. O imóvel pertence a uma migo dele, e foi emprestado para guardar objetos do pai de Geddel, segundo informou a PF. Funcionários da PF levaram mais de seis horas para conferir as oito malas e cinco caixas recheados com reais e dólares. O dinheiro foi depositado em conta bancária judicial. Agora, resta ao ex-ministro de Temer explicar por que guardava tanto dinheiro em malas.

 

Foto: Polícia Federal