A Justiça Federal anulou nesta terça-feira, dia 16, a concessão do passaporte diplomático para o bispo Edir Macedo, líder da igreja Universal do Reino de Deus, e sua mulher, Ester Eunice Rangel Bezerra.

O juiz federal Vigdor Teitel, da 11ª Vara Federal do Rio de Janeiro, deferiu um pedido de liminar e suspendeu os efeitos da portaria, assinada pelo ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e publicada na edição desta segunda no diário oficial.

Para o magistrado, a atuação de Macedo fora do país como religioso não lhe dá representação dos interesses nacionais.

Leia a notícia da Veja.

 

Foto: Reprodução/site Diário On-Line (DOL)