Os ministros do presidente Jair Bolsonaro expuseram, nesta terça-feira (8), seus planos de ação deste ano. É a segunda reunião ministerial desde a posse presidencial. Bolsonaro ouviu cada um dos auxiliares sobre os planos para os primeiros meses de governo.

Os ministros apresentaram, de forma sucinta, um panorama sobre cada área e as ações que irão implementar a partir de agora.

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, disse que o primeiro escalão não tratou sobre detalhes da reforma da Previdência, mas informou que o texto continua em estudo.

A tendência, segundo ele, é que o governo escolha as melhores formas de fazer com que a mudança legislativa ocorra.

“Continua aquela teoria de que as idades têm que ser viáveis para ter possibilidade de [o texto] ser aprovado”, disse à Agência Brasil.

O encontro durou cerca de três horas e foi realizado na Sala de Reuniões do 3º andar do Palácio do Planalto.

De acordo com o general, o grupo deu continuidade ao trabalho feito há cinco dias, no primeiro encontro ministerial.

 

Foto: Alan Santos/PR