Por Neuton Corrêa, da redação

 

O ministro da Educação, Rossieli Soares, cogitou a interlocutores a hipótese de vir a disputar o cargo de prefeito de Manaus na sucessão 2020.

A possibilidade foi tratada por ele com base no resultado das eleições, que mostraram a saturação do eleitor brasileiro com os políticos tradicionais e votou pela renovação dos quadros que estão no poder atualmente.

Amigos do ministro disseram que ele avalia estar inserido nesse novo perfil, mas que agrega um fato a mais, a experiência como gestor público, principalmente na área de educação.

É que ele já foi secretário de Estado da Educação do Amazonas, secretário nacional de Educação Básica do MEC e ministro da Educação, egresso do quadro técnico da pasta.

Procurado pelo BNC AMAZONAS para falar sobre o assunto, Rossieli disse que, efetivamente, ainda não pensou no assunto, mas que, de fato, acha que as urnas mostraram um forte apelo à renovação.

Ele evitou se alongar no assunto dizendo que, agora, está focado no fechamento de sua passagem pelo ministério.

 

Foto: BNC AMAZONAS