Uma discussão com dedo em riste chamou a atenção dos passageiros do voo 3144 da Latam, que saiu de Manaus com destino a Brasília na manhã deste domingo, dia 7.

Segundo uma fonte informou ao BNC, um dos passageiros que passava pelo corredor em direção aos fundos da aeronave, ao reconhecer o deputado federal Pauderney Avelino (DEM-AM) sentado, começou a disparar palavras de reprovação ao governo Melo.

Também relembrou acusações contra Pauderney do tempo em que foi secretário de Educação da Prefeitura de Manaus, no ano de 2013, quando foi acusado de aluguel de prédios com sobrepreço.

Pauderney se levantou e, apontando o dedo para o passageiro, retrucou que ele sim era “um corrupto por apoiar um governo como o do PT”.

Outro homem saiu em defesa do passageiro e do governo petista, mas o deputado o ignorou. E o imbróglio se encerrou em menos de um minuto.

Esse é o segundo episódio envolvendo Pauderney e os petistas, especialmente magoados com o papel de dianteira que o parlamentar desempenhou no impeachment de Dilma Roussef (PT) na Câmara.

O primeiro foi no mês de maio de 2016, no aeroporto Eduardo Gomes, quando o parlamentar desembarcava.

 

Leia mais

Para militante do PT, Pauderney está blefando: “Quis criar fato político”

Foto: BNC