Neuton Corrêa, da Redação

 

Está vedada a nomeação do coronel da reserva do Exército Alfredo Menezes (PSL) para o comando da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).

O coronel já havia até participado, em Brasília, de reuniões com o ministro da Economia, Paulo Guedes, como superintendente da autarquia.

A informação foi publicada na edição desta sexta-feira, dia 8, do jornal O Estado de S.Paulo.

De acordo com a notícia, em comunicado enviado aos ministérios, o chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, diz que estão “vedadas” todas as nomeações regionais “até segunda ordem”.

É que a direção da Suframa sempre foi preenchida por indicações políticas, inclusive do governador do Estado, mas, no começo do governo Bolsonaro, o critério político foi desconsiderado.

Leia a reportagem do Estadão. 

 

Foto: BNC Amazonas