De acordo com a coluna “Radar”, da revista Veja, a Receita Federal está com uma investigação aberta para apurar possível supostos “focos de corrupção, lavagem de dinheiro, ocultação de patrimônio ou tráfico de influência” do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes e de sua mulher, Guiomar.

A apuração interna para esclarecer o episódio foi determinada pelo secretário especial da Receita, Marcos Cintra. A decisão teve a concordância do ministro da Economia, Paulo Guedes.

Gilmar pediu oficialmente ao presidente do STF, Dias Toffoli, “providências urgentes” para apurar a iniciativa da investigação, segundo ele, sem “nenhum fato concreto” que pudesse motivar a devassa.

A solicitação do ministro foi então encaminhada ao Ministério da Economia.

Para Gilmar, trata-se de “uma estratégia deliberada de ataque reputacional a alvos pré-determinados”.​

Hoje, dia 8, a Folha de S.Paulo publicou que a corregedoria da Receita instaurou apuração para esclarecer a investigação por auditores fiscais.

Leia mais na Folha.

 

Leia mais

Gilmar Mendes pede investigação em “lama” da JBS que respinga nele

 

Foto: BNC Amazonas