Mantida prisão do delegado da PC que assassinou advogado no Porão

O delegado da Polícia Civil do Amazonas Gustavo Castro Sotero, denunciado pelo Ministério Público por matar a tiros o advogado Wilson Justo Filho e ferir outras quatro pessoas em uma casa de show na zona oeste de Manaus, vai continuar na prisão aguardando a tramitação do processo a que responde na Justiça. A juíza Mirza Telma […]