A pouco mais de três semanas do primeiro turno das eleições ao Governo do Amazonas, o candidato a governador pelo PSC, Wilson Lima, está diante de um caso rumoroso para se explicar.

A coluna Radar, da revista Veja, publicou na manhã desta quarta-feira, dia 12, um suposto escândalo que envolve ele e uma mulher, que seria menor de idade à época do caso, de acordo com uma fonte do BNC Amazonas.

Trata-se de um BO (boletim de ocorrência) registrado por Wilson Lima em 2014, no qual relata ter sido “insistentemente assediado por uma de suas inúmeras fãs”, segundo declarou ao delegado especializado em Homicídios e Sequestros.

A Veja levanta como curiosidade o fato de o radialista Wilson Lima, apresentador de programa de TV de cunho popular e sensacionalista e candidato a governador nesta eleição, ter procurado a Delegacia de Homicídios e Sequestros, especializada na apuração desses crimes, para registrar a ocorrência. E somente dois anos após o jantar.

O caso policial em que Wilson Lima teria se envolvido foi, segundo disse ao registrar o BO, em 2012.

 

Publicação da Veja

 

Wilson Lima Veja

 

Esse jantar foi com a mulher que depois saiu a espalhar fotos do encontro e se apresentar como sua esposa.

Segundo Wilson Lima disse na polícia, ao registrar o BO na companhia de uma outra mulher, de nome Sara Oliveira, estava sendo vítima de injúria por parte de “uma das suas inúmeras fãs”.

Quase um ano depois do registro do BO, no final de janeiro de 2015, a ocorrência foi transferida para a delegacia da Polícia Civil no 16º DIP (Distrito Integrado de Polícia). E desde então nenhuma diligência ou investigação sobre o caso aconteceu.

 

Veja o BO registrado por Wilson Lima em 2014

 

A cópia do boletim de ocorrência policial foi obtida pelo BNC Amazonas

 

Wilson Lima se manifesta sobre o caso policial

Sobre a nota publicada hoje, na Revista Veja,  “Candidato ao governo do Amazonas fez B.O. contra mulher que se  passava por esposa”, a campanha de Wilson Lima esclarece:

  • No dia 07 de maio de 2014, foi registrado um boletim de ocorrência em nome de WILSON LIMA, então apresentador de um programa popular de televisão (Boletim de Ocorrência -14.E.0161.0000138).
  • Segundo o documento, há seis anos – em 2012 – ele saiu para jantar com uma fã. Após este único encontro, a moça passou a fazer postagens insistentes em suas redes sociais, afirmando ser esposa de Lima.
  • A fã passou ainda a afirmar nas mesmas redes ser funcionária da TV Amazonas e da TV A Crítica.
  • O B.O. indica a necessidade de marcar audiência, mas isso nunca ocorreu.

 

Leia mais

Wilson Lima é sabatinado em debate na TV e patina nos temas principais

 

Foto: BNC Amazonas