Por meio de sua assessoria, o ex-governador Amazonino Mendes (PDT) informou que o valor do seu patrimônio declarado à Justiça Eleitoral foi publicado com erro no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta quarta, dia 21.

Seus bens hoje somam R$ 3.273.69,94, muito distante dos R$ 118 mil que apareciam ontem no site e que levaram o eleitor amazonense a crer que o ex-governador tinha empobrecido R$ 3 milhões desde 2008, quando foi eleito prefeito de Manaus.

 

Leia mais

Patrimônio de Amazonino empobreceu R$ 3 milhões

Foto:  BNC