O procurador João Barroso de Souza assumiu nesta segunda-feira, dia 16, o comando do Ministério Público de Contas (MPC) junto ao Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM).

A solenidade foi realizada nesta segunda-feira, dia 16, e contou com a presença de diversas autoridades, entre elas o governador Amazonino Mendes, o prefeito de Manaus, Arthur Neto, e o presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), Yedo Simões.

Empossado pela presidente do TCE, conselheira Yara Lins dos Santos, o novo procurador-geral quer, em sua gestão, entre várias metas, aperfeiçoar as coordenadorias implantadas pelo MPC no ano de 2016, as quais atuam em várias frentes, como transparência, educação, previdência, saúde e meio ambiente.

“Pretendo manter o que está dando certo e avançar naquilo que precisa ser melhorado. As atribuições do MPC estão intimamente ligadas às competências dos Tribunais de Contas, portanto, não vejo outra forma de trabalhar a não ser em conjunto com o colegiado, de forma parceira e colaborativa, haja vista os interesses em comum, que é o bom uso do dinheiro público”, comentou o procurador João Barroso, que foi prestigiado, em sua posse, por vários servidores, procuradores e demais membros do colegiado.

Qualidade técnica

Ao falar na solenidade, a conselheira-presidente Yara Lins dos Santos destacou a qualidade técnica do novo procurador-geral e disse que ele tem todos os atributos para administrar o MPC.

Ao falar do procurador João Barroso, o governador Amazonino Mendes (PDT) o classificou como um self-made man (empreendedor), “que veio originário lá das cabeceiras de São Gabriel da Cachoeira e que, passo a passo, a mercê de seu talento e seu mérito próprio, chegou à admirável posição”.

O prefeito Arthur Neto (PSDB) se disse honrado por ter sido convidado pessoalmente e que desejava ao novo procurador “uma gestão muito criteriosa, muito firme, muito correta, muito justa”. “É fundamental juntar correção com Justiça, com justeza, e eu estou com muita esperança do que ele haverá de fazer de bom pelas contas dos municípios, do Estado, pelo que ele contribuirá de bom ao longo do tempo em que permanecerá como procurador-geral do Tribunal de Contas”, ressaltou.

 

Foto: Ana Claudia Jatahy/TCE-AM

*Com informações da assessoria de imprensa