O Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Amazonas (Cosems-AM) reelegeu Januário Neto para presidir a instituição no biênio 2019-2020.

O secretário municipal de Saúde de Manaquiri (a 160 km de Manaus),  foi reconduzido por aclamação durante assembleia realizada no dia  17 de dezembro.

Januário aponta a recomposição do quadro de profissionais do Mais Médicos no interior como a primeira grande batalha que já está sendo travada.

“Estamos lutando para que os nossos municípios recomponham, o mais rápido possível, suas equipes que foram desfalcadas com a saída dos cubanos do Mais Médicos”, afirmou o presidente reeleito.

 

Leia mais

Mais Médicos no AM: interior sofre com desistências e propostas indecentes

 

No último edital do Mais Médicos divulgado pelo Cosems-AM em 19 de dezembro chamando profissionais brasileiros ou com diplomas revalidados no País,  ainda restavam 225 vagas disponíveis para alocação em 46 municípios e sete distritos sanitários do estado.

O Amazonas tem no total 322 vagas no programa do Governo Federal.

 

Repasse

O repasse de recursos para investimentos em saúde dos municípios é outra grande questão que está na pauta.

“O Governo do Estado permanece contingenciando. Sem esses recursos a saúde no interior do Amazonas fica praticamente inviabilizada. As prefeituras não têm caixa para custear o serviço em 100%. Os governos Federal e Estadual precisam dar as suas contrapartidas”, afirmou Januário.

 

Foto: Divulgação