A Câmara Municipal de Iranduba, por 7 votos a 3, vai seguir o processo que pode cassar o mandato do prefeito da cidade, Francisco Gomes da Silva (DEM), o Chico Doido.

Os votos em maioria, em sessão desta sexta, dia 14, seguiram o parecer do relator da comissão processante que apurou  denúncia contra o prefeito de prática de infrações político-administrativas, como crimes de responsabilidade e improbidade administrativa.

O resultado foi proclamado pelo presidente da câmara, Alessandro Karbajal (PTN), que não votou porque só se manifesta se houvesse empate.

Essa denúncia foi feita cidadã de Iranduba há um mês. Chico Doido é acusado de não ter repassado mais de R$ 4,2 milhões recolhidos dos salários de servidores ao órgão de previdência municipal.

Leia a denúncia, na íntegra: Iranduba_denúncia Chico Doido

 

Como votaram os vereadores para prosseguir apuração da denúncia

 

 

Leia mais

Prefeito diz ter levado líder da oposição para fazer acordo em motel

 

Parecer contra Chico Doido

Integraram a comissão processante que teve o parecer acolhido pela presidência da câmara os vereadores Larissa Gomes (PSDB), Josué Lomas (PRB) e Kelison Dieb (MDB). Este foi o relator.

 

Foto: Colaboração/leitor BNC Amazonas