O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), participou, nesta quinta, dia 13, da solenidade de posse do novo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, em Brasília.

A solenidade, que contou com a presença do presidente da República, Michel Temer (MDB), empossou Toffoli como o mais jovem presidente do STF e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O ministro Luiz Fux foi empossado como vice-presidente do STF e do CNJ.

Plenário do STF durante a posse de Dias Toffoli, na quinta-feira, 13

Para Arthur, que era senador enquanto Toffoli era advogado-geral da União, a posse do ministro representa a renovação e o respeito à democracia.

“O ministro Dias Toffoli interpreta leis muito bem e foi indicado pelo ex-presidente Lula, de quem foi chefe da Advocacia-Geral da União, a AGU, para ser ministro do Supremo Tribunal Federal. Tive a oportunidade de conhecê-lo, enquanto eu era senador”.

Leia mais:

 “Não podemos compactuar com a impunidade”, diz Toffoli na posse

O prefeito disse que conversou longamente com Toffoli. “Ele me disse algumas coisas. Entre elas, a afirmação de que ele não seria partidário de nada, uma vez que estava assumindo o cargo de ministro, de um juiz. E ele confirmou isso ao longo do tempo”.

Arthur participou da solenidade acompanhado da primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária, Elisabeth Valeiko.

Em seu discurso de posse, Toffoli iniciou falando de democracia e educação, afirmando que a ausência de uma educação de qualidade e abrangente sempre foi um prejuízo à cidadania.

O presidente também falou sobre o atual momento político em que vive o país. “Não estamos em crise, estamos em transformação. O futuro já não é mais como era antigamente. Somos passageiros de uma mudança histórica sem precedentes”.

Yedo Simões: Novo presidente é jovem e talentoso

O presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, desembargador Yedo Simões, também destacou a renovação do trabalho no Judiciário brasileiro.

“Estamos em um momento de transição. Transição no Supremo Tribunal Federal, transição na política, estamos elegendo os dirigentes maiores do país, e com a esperança de que tudo se organizará. Temos um presidente do Supremo jovem, talentoso, com muitas ideias inovadoras, e daí que nasce essa esperança de dias melhores para todos nós”, disse Yedo.

Aos 50 anos, Toffoli é o mais jovem a presidir o STF

O ministro Dias Toffoli foi nomeado ministro do STF em outubro de 2009, aos 42 anos. Ele hoje tem 50 anos e é o mais jovem presidente a assumir o Supremo Tribunal Federal.

Além de assumir o mais alto posto do Poder Judiciário brasileiro, o ministro Dias Toffoli entra na linha sucessória do presidente da República.

O presidente do STF assume a presidência quando o vice-presidente da República, o presidente da Câmara dos Deputados e o presidente do Senado não podem ocupar o cargo na ausência do presidente.

Fotos: Divulgação/Semcom