O governador Amazonino Mendes (PDT) está liberado para pagar o abono salarial dos professores via recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (Fundeb).

A decisão é do juiz do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), Bartolomeu Ferreira de Azevedo Júnior e atende ao pedido do Governo do Estado para completar o pagamento dos 10,99% aos “professores e pedagogos da rede estadual de ensino, utilizando valores do Fundeb, de modo a alcançar os 60% dos repasses destinados ao pagamento da remuneração”.

O juiz destaca que o pagamento não desequilibra o pleito eleitoral em favor de Amazonino, que é candidato à reeleição.

Leia a decisão na íntegra.