Neuton Corrêa, da Redação

 

O governo Wilson Lima (PSC), por meio da Secretaria de Administração e Gestão (Sead), prepara um leilão para se desfazer de 32 mil bens do patrimônio público do Amazonas que não são mais utilizados e apenas entulham almoxarifados e estacionamentos.

Entre esses bens está um lote de 400 carros, inclusive um que era utilizado pelo governo, em Brasília.

Além desses veículos, o governo também colocará à venda motos e lanchas.

A informação foi dada pela titular da Sead, Carolina Simonetti, em entrevista que concedeu ao BNC Amazonas na tarde desta terça-feira, dia 12.

De acordo com ela, o leilão deverá ocorrer em abril, mas a definição do certame está condicionado à escolha do leiloeiro, em fase de licitação.

 

Imóveis

A secretária também falou de outras medidas que estão sendo tomadas por ela, como o esforço do atual governo de conhecer todos os seus imóveis, para que possa utilizá-los e reduzir gastos com aluguel de prédios para abrigar secretarias.

Uma das ideias que estão sendo viabilizadas pela Sead faz parte do ajuste que o governador Wilson Lima pretende lançar em breve.

Trata-se da agregação de secretarias afins em um único local, para reduzir o custeio com pagamento de veículos, vigilância e com serviços de manutenção e conservação.

 

Auditoria

Carolina Simonetti falou também da auditoria que pretende realizar na folha de pagamento para detectar irregularidades que possam estar ocorrendo por falta de maior controle de pessoal.

 

Economia

Na entrevista, a secretária falou de resultados já obtidos com medidas tomadas pelo governador.

Nesse sentido, ela destacou a redução do consumo de combustíveis pela máquina pública estadual, na comparação com o governo anterior.

Disse, por exemplo, que, em fevereiro, a máquina atual consumiu 3,3 milhões de litros de combustíveis enquanto a gestão Amazonino Mendes (PDT) chegou a gastar em outubro de 2018 cerca de 6,5 milhões de litros.

“Conseguimos isso sem reduzir as atividades do estado, mas, ao contrário, aumentamos a eficiência”, disse ela, citando os trabalhos de segurança pública, que teriam sido ampliados.

 

Uber estadual

Carolina fez mistério, mas antecipou que o governador prepara um serviço que se assemelha ao funcionamento dos táxis por aplicativos.

A ideia surgiu na gestão anterior, foi aprimorada na atual e em breve deverá ser anunciada.

Ela, porém, evitou dar detalhe, dizendo que Wilson fará o anúncio.

 

Foto: BNC Amazonas