“Nunca fui do grupo político de Eduardo Braga”. A declaração é da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) durante entrevista ao site Amazonas Atual na tarde desta sexta-feira, 13. A comunista reagiu a uma pergunta lembrando de sua aliança com Braga em 2010 e indicando que ela “pegou carona na candidatura dele” e que foi “puxada pelos votos de Braga” em função de que, naquela eleição, havia duas vagas ao Senado.

“Não. Se o senador Eduardo Braga fosse puxar alguém, certamente esse alguém não seria eu. Porque eu nunca fui uma política de obedecer ordens. De obedecer ordens de Eduardo Braga. Eu nunca fiz parte do grupo político de Eduardo Braga. Nunca. Se ele tivesse tanto poder de puxar alguém, a senadora candidata ao Senado não seria eu”, declarou Vanessa.

 

Lula

A senadora disse que Braga também se beneficiou da composição que indicou o nome dela em função do apoio do ex-presidente Lula, em 2010.

“Fui eu a candidata ao Senado porque nós agregamos um conjunto de fatores. Claro que o fator de como ele deixou o governo foi importante. Mas havia um outro fator que me ligava muito mais, que era o fator do Governo Federal. Sou muito mais vinculada a Lula que a Eduardo Braga. Ele também se beneficiou”, disse.

 

 

Braga e Vanessa e a importância da eleição para manter foro no STF

Senadores verificam condições da prisão do ex-presidente Lula