Ampliar a validade da carteira de habilitação (CNH) e tornar não obrigatório o uso de simulador nas aulas de trânsito nas auto-escolas são algumas das medidas que o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), anunciou neste sábado, dia 9.

Segundo disse em rede social, essas mudanças e outras vão ser divulgadas pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, para “desburocratização e economia” para o trânsito. O Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que emite as resoluções para o setor, é agora subordinado a esse ministério.

Na visão de Bolsonaro, o Contran mais atrapalha do que ajuda a vida de quem transporta no país.

Por isso, aquilo que afeta o trabalho de caminhoneiros vai ser revisto ou extinto, avisou o presidente.

Sem citar a adoção das novas placas modelo Mercosul, Bolsonaro disse que o serviço de emplacamento de veículos vai ser simplificado.

 

Leia mais

Arthur anuncia volta dos radares de trânsito e construção de viaduto

 

Foto: Reprodução/YouTube