“Pau que bate em Chico bate em Francisco”, mas não no STF

No Superior Tribunal de Justiça (STJ) o argumento da pandemia do novo coronavírus foi aceito pelo presidente da Corte, ministro João Otávio de Noronha, para beneficiar Queiroz

 

“Pau que bate em Chico bate em Francisco”, mas não no STF

Assine para receber em primeira mão

Encontrou algum erro? Entre em contato
TAGS
VEJA MAIS