A Polícia Civil e promotores do Ministério Público do Rio de Janeiro prenderam, por volta das 4h30 (de Brasília) de hoje, dia 12, o ex-policiais militares Ronnie Lessa, de 48 anos, e Élcio Queiroz, de 46. Eles são apontados, respectivamente, como os atirador e motorista do carro no dia do assassinato da vereadora Marielle Franco, crime que completa um ano nesta semana e que matou também o motorista da vereadora, Anderson Gomes.

Eles foram presos na operação Lume, que cumpre 32 mandados de busca e apreensão contra os denunciados para apreender documentos, telefones celulares, notebooks, computadores, armas, acessórios, munição e outros objetos.

Lessa teria disparado 13 tiros contra Marielle e Anderson. Ele estava no banco de trás do Cobalt, dirigido por Queiroz na perseguição à vereadora.

A investigação ainda tenta esclarecer quem foram os mandantes do crime e a motivação.

Leia matéria completa no G1.

 

Foto: Reprodução/TV