Ciente da impossibilidade de continuar vice de Amazonino Mendes (PDT), na chapa à reeleição, e observando a inviabilidade de sua candidatura a senador, o vice-governador Bosco Saraiva (SD) mudou seus planos para a campanha política deste ano.

Seu projeto agora é disputar vaga de deputado federal, informou na manhã desta quarta-feira, dia 13, o jornalista Ronaldo Tiradentes, em seu programa de rádio Manhã de Notícias (89,7 FM).

De acordo com Ronaldo, Bosco conseguiu reverter a pernada que havia levado no dia 29 de maio do presidente nacional do Solidariedade, Paulinho da Força.

O dirigente nacional tirou o Solidariedade de Bosco e entregou o comando do partido para o sindicalista Carlos Lacerda, que foi preso menos de 24 horas depois de participar do golpe partidário contra o vice-governador.

Carlos Cavalcante Lacerda foi preso pela Polícia Federal na Operação Registro Espúrio, deflagrada no dia 30, para investigar fraude na concessão de registro sindical no Ministério do Trabalho.

Nos bastidores, há informação de que Bosco deve ser reapresentado presidente do partido nos próximos dias e que isso só ainda não ocorreu em consideração a Lacerda.

Desde o começo do governo Amazonino Mendes, em outubro do ano passado, Bosco se movimentava com vistas ao Senado, mas no dia 4 de março, em entrevista à rádio Difusora deixou escapar seu interesse em continuar vice de Amazonino.

O governador, porém, trabalha para ter em sua chapa a ex-deputada federal Rebecca Garcia (PP), como candidata a vice, conforme revelou nesta segunda-feira o jornal O Globo.

Antes, o projeto de Rebecca era disputar o governo.

 

Foto: BNC AMAZONAS