O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) fez hoje, dia 23, mais uma reunião com representantes do Facebook. O objetivo é comum: combater os exércitos de perfis “fakes” (falsos) que cometem crimes contra a honra, como ameaça, calúnia, difamação, injúria e falsa identidade.

Imaginando que se escondem atrás do anonimato, são esses “fakes”, geralmente a serviço de candidatos, que saem a semear notícias falsas e agressivas contra os concorrentes.

O TRE-AM afina com a rede social uma estratégia para retirada imediata de posts com essas características, que geram enorme quantidade de ações judiciais.

Além de retirar os posts e comentários, a corte eleitoral vai responsabilizar criminalmente os criadores de perfis falsos.

 

Foto: Reprodução/site Guamaré em Dia