As ações de combate ao sarampo foi um dos temas de reunião realizada na quarta-feira, 12, com a participação de representantes do Ministério da Saúde e da Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). A reunião aconteceu no Complexo Oeste da Semsa, no conjunto Santos Dumont, bairro da Paz, Zona Oeste.

Segundo a representante da Secretaria Nacional de Vigilância em Saúde, Marília Coelho Cunha, a reunião foi organizada como forma de reforçar o diálogo entre o Ministério da Saúde e a Prefeitura de Manaus, buscando estabelecer novas ações conjuntas no combate ao sarampo e outras doenças.

“A intenção é conversar com os representantes da gestão municipal e estadual, e, assim identificar formas para auxiliar o trabalho que é realizado em Manaus e no Amazonas, não apenas no combate ao sarampo, mas também no que se refere às ações de vigilância em saúde como um todo, incluindo questões de execução orçamentária”, explicou Marília.

Durante a reunião, a diretora do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (Devae/Semsa), enfermeira Marinélia Ferreira, também apresentou as ações de combate ao sarampo que a Prefeitura de Manaus tem realizado desde o registro dos primeiros casos da doença, em fevereiro.

“A Semsa já encerrou a segunda etapa do plano de contingência de combate ao sarampo, lançado em julho. Com a consolidação das informações sobre o resultado das ações nos Distritos de Saúde Sul, Norte, Oeste, Leste e Rural, está sendo feita uma avaliação final desta etapa para o estabelecimento de novas ações”, informou Marinélia, ressaltando que o trabalho de combate ao sarampo continua sendo executado nos serviços de saúde.

Manaus registra 881 casos

De acordo com o 27º Informe Epidemiológico de Monitoramento do Sarampo, divulgado na última segunda-feira, 10, pela Semsa, o município de Manaus registra 881 casos confirmados e 6.511 casos suspeitos da doença.

A Semsa mantém a oferta da vacina contra o sarampo para a faixa etária de seis meses a 49 anos, disponibilizada em todas as 183 salas de vacina do município de Manaus.

De acordo com dados do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (SI-PNI), já foram aplicadas 204.837 doses na campanha direcionada para crianças de seis meses até cinco anos, atingindo 106,9% da meta. A Semsa também contabilizou 455.265 doses aplicadas em ações de rotina nas Unidades de Saúde, de intensificação, varredura e bloqueio vacinal, o que inclui a aplicação de primeira e segunda dose, segundo as recomendações do Ministério da Saúde por faixa etária.

A vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, rubéola e caxumba, está disponível na rotina de atendimento de 183 salas de vacina. A lista com o endereço e horário de funcionamento pode ser acessada no sitehttp://semsa.manaus.am.gov.br.

Foto: Divulgação/Semcom